Total de visualizações de página

segunda-feira, 31 de agosto de 2009

MAGIA DE AMOR

Ela vem toda de branco
sempre descalça e despenteada
que maravilha
é o meu amor
ao chegar

Vem dançando com o vento
bem leve e solta nos movimentos
que fantasia
é o meu amor
a dançar

Contagiando com a sua alegria
sempre perfumada com toda a poesia
mas que magia
é o meu amor
a me amar

Men@
®


O PERFUME DA ROSA


Se estás perto de mim
flor que é tão charmosa
Me sinto em meu jardim
a vida é cor de rosa

Há músicas de amor
no ar e em cada prosa
Em meus lábios o teu sabor
e o aroma de uma rosa

Que o perfume vem me dar
mais leve que um suspiro
Nem posso mais negar
o amor e meu delírio

Me vejo em teus olhos
te sinto em meu sonhar
Teus lábios nos meus tocar
querendo me beijar


Men@
®

domingo, 30 de agosto de 2009

DAMA DA NOITE


Ela é uma deusa pura
que eu vejo como um sonho
Surge nas noites escuras
quando versos eu componho

Bela musa que sentada
sempre está vestida em negro
Com sua pele bronzeada
o corpo inteiro é um aconchego

Lindos lábios com os traçados
bem carnudos e vermelhos
Cabelos lisos e alongados
e olhos como dois espelhos

Exalando o seu perfume
e me deixando embriagado
sonho com a dama da noite
mesmo estando acordado

Men@
®

CHUVA DE LEMBRANÇAS


Chove em prantos chuva fina
pranto em chuva sem parar
Entre as verdes matas da colina
sobre os rios que vão pro mar

Faz lembrar linda menina
com seus verdes olhos a chorar
Pelo amor de um tal menino
que a ensinou a namorar

Que nos bosques e florestas
de mãos dadas a passear
Se abraçavam e se beijavam
sem a chuva atrapalhar

Hoje chora um tal menino
quando a chuva vem lembrar
Os olhos verdes cristalinos
e seu pranto faz rolar

Men@
®

SOZINHA




Não deixe-me ficar assim sozinha
nem diga que um amor chegou ao fim
Sei que eu errei e por culpa minha
tudo o que era bom ficou ruim

Na vida em solidão estou perdida
sem ter o que tinha para mim
Só quero bem cuidar de sua ferida
deixe-me tentar de tudo enfim

Serei sua amante, sua amiga
darei tudo aquilo que eu não fiz
Responda por favor, algo me diga
só quero te fazer e ser feliz

Entre, deixarei meu quarto aberto
posso ouvir seus passos, aqui chorando
sonhando acordada, esteja certo
em rubras vestes estou te esperando

Men@
®

SORRIR, BRINCAR E AMAR



Mais uma noite te espero
ansiosa e o meu corpo a queimar
As tuas carícias eu quero
com tudo que tens prá me dar

Abraços e beijos ardentes
em minha pele sentir teu roçar
Desse corpo que é viril e bem quente
e ouvir o teu sussurrar

Os toques das mãos deslizantes
para o meu coração palpitar
Vivendo os melhores instantes
que a vida nos dá prá gozar

Vestida eu estou te esperando
com roupas prá você tirar
Cobrindo-me como um manto
sorrir, brincar e amar

Men@
®

PRÁ SER FELIZ


Sem sua presença nada sou
quando longe daqui se encontra
Distante de você estou
e a dor da saudade me afronta

Nada prá mim é mais triste
do que quando tens que partir
Me acompanha a solidão que insiste
em prantos querendo te ouvir

A minha canção fica muda
notas caladas em meus instrumentos
Que esperam por uma notícia sua
dando ouvidos aos murmúrios dos ventos

Quem sabe ouça sua doce melodia
a música que eu sempre quis
Me dizendo: - Voltarei algum dia
- Me espere prá ser feliz

Men@
®

A ESPERA DO AMADO



Sente o sangue que se aquece
desce d'alma feito a mina
Do seu corpo que estremece
percorrendo a carne fina

Veste em negro um decotado
sensual, bela e excitante
Rubra rosa para um afago
do seu peito ofegante

Recostada sobre a cama
qual presa fácil e submissa
Com a volúpia de quem ama
a dama ardente que enfeitiça

Num colar para adornar
sua pele em perolado
Perfumada e inebriante
põe-se a espera do amado

Men@
®

segunda-feira, 24 de agosto de 2009

ROSA POEMA



De uma rosa vermelha plena
desabrochando no meu jardim
Se fez tema do pequeno poema
à rosa que nasceu prá mim

Essa plena rosa vermelha
que embora tenha uns espinhos
Alegrias me trouxe enfim
e em pétalas os seus carinhos

A vermelha rosa sedosa
chegou sem mandar aviso
Plena e toda charmosa
veio trazer-me um sorriso

De rosa plena vermelha
minha vida deu um tom colorido
Minh'alma e as mãos perfumadas
com meu coração comovido

Men@
®

domingo, 23 de agosto de 2009

BEIJAR TEUS OLHOS

Quando me sinto triste
apresso-me em beijar teus olhos...
Teus cílios provocam cócegas em meus lábios
e eles não resistem em voltar a sorrir...

Men@
®

EM SEUS OLHOS



Em seus olhos
eu posso ver além dos seus sorrisos
Até perceber nos reflexos dos meus sonhos
a luz refletida pelos seus olhares risonhos

Em seus olhos
eu posso ver as alegrias do nosso viver
Encontro as respostas das minhas perguntas
e tenho a certeza que nelas eu posso crer

Em seus olhos
tudo aquilo que ninguém soube dizer
O grande amor que nos levará a conhecer
só o que simplesmente nos fará crescer

Em seus olhos
em que eu sinto que estamos seguros
Que ninguém conseguiu realmente perceber
aquilo que somente nós podemos ver

Men@
®

UM NOVO DIA



Quase doze horas
Me encontro em ruas vazias
andando pelos caminhos que já passei
Os pensamentos me levam onde nem sei
a noite é minha amiga e por ela tenho simpatia

Quase doze horas
Ninguém fala comigo a esta hora
e eu relembro um percurso no qual já andei
Em espaços da mente que me traz de volta agora
aos meus longos anos de estradas que nunca pensei

Quase doze horas
Difícil crer que sou quem agora eu vejo
numa imagem refletida na vidraça de uma janela
Como uma pintura em tela na vitrine de algum vilarejo
cabelos prata lunar e olhos de estrelas na noite mais bela

Quase doze horas
É a hora de se encontrarem os ponteiros
e eu ainda sequer andei meus caminhos inteiros
Mas, a noite é minha amiga e por ela tenho simpatia
Ela dá-me esperanças e a grande alegria de um novo dia

Men@
®

sábado, 22 de agosto de 2009

CHUVA E LÁGRIMAS



Chuva e lágrimas as mesmas
chuvas do céu, e lágrimas, dos olhos a umidade
Jamais estaremos sozinhos, é bem verdade
haverá um arco-íris no final de cada tempestade

Chuva e lágrimas os sinais
d'alma d'alguém que diz quando chora
Que um outono ou inverno no coração mora
iguais sinais dos sorrisos na primavera e no verão

Chuva e lágrimas ligadas
por não poder ocultar ou fingir a emoção
Surgem repentinas, regando a dor da saudade ou da solidão
mas, na felicidade, se lágrimas houver, de alegrias serão

Chuva e lágrimas iguais
as palavras divinais, mensagens que vindas de cima
das luzes espirituais que animam e nos fazem acreditar
que não há montanha que não podemos escalar

Men@
®

JAMAIS TE ESQUECEREI


Um ramalhete com rosas e alecrim
enviaste hoje prá mim...
Nele, as fitas de afeto em laços de bem querer
e um bilhete de paz para eu ler...

Com um sorriso em cada pétala
das rosas colhidas no teu lindo jardim...
Fizeste-me um simples pedido:
- Jamais esqueça de mim!

Fiquei muito emocionado
pelo amor que é dedicado a mim...
Por isso lhe envio um recado
simples, que diz assim:

- Por amor sobrevivi e viverei
e para o amor a minha vida darei
- Pelo teu amor que recebo agora,
jamais te esquecerei !

Men@
®

APENAS UMA LÁGRIMA



Nada além de uma lágrima
mesmo que me encontre deserto
Que eu durma em lençóis sem noite
e não te sinta por perto

Nada além dessa lágrima
por momentos que ficaram no passado
Mesmo que o tempo paire sobre minhas dúvidas
quero ficar só, da lágrima acompanhado

Apenas mais uma lágrima
prá chorar agora que não mais está aqui
Pois tudo não passou de promessas
ilusões de amor que eu vivi

Apenas uma lágrima
verá em meus olhos para lembrar
Que não existem mais lágrimas para apagar
o fogo da paixão que tive por ti

Men@
®

SEM AR



Esse ar rarefeito
ferve o sangue que corre nas veias
Acende um fogo que queima no peito
as inteiras perguntas e meias
sem ar...

Esse ar que sufoca
silêncio que perturba os pensamentos
Um grito calando a voz que enfoca
as entrelinhas dos sentimentos
sem ar...

Esse ar que não volta
qual perdidos num túnel do tempo
Momentos das distâncias entre a rota
das palavras correndo atrás do vento
sem ar...

Esse ar que asfixia
como um mar sempre em tempestades
que perguntas navegam sem respostas e guia
e naufragam em suas verdades
sem ar...

Men@
®

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

DEVASSO


Era noite
ou madrugada, nem sabia ao certo,
nada havia ali por perto.
"Ele"insone, seus poemas escrevia,
quando alguém bateu-lhe à porta.
Foi abri-la, e "ela toda em vermelho", foi entrando.
Abraçando-lhe a cintura,
ficando de joelhos e o tratando como um Lorde
Foi dizendo:- Acorde!- Cheguei para ficar!
- Quero te fazer sonhar!
Envolvendo-o em carícias falando das delícias,
tipo coisas de quem ama,
aguçou-o nas malícias, tirou-lhe toda a roupa
e o empurrou prá cama.
Mostrou sua nudez, amor com ele fez,
deixando-o feliz...
E como meretriz,
assim como as amantes,
fez como pedido um "colar de diamantes".
Não teve o que quis,
depois coçou o nariz, vestiu a sua roupa,
em trajes como as damas.
Com máscara de "santa",
cobriu-se com um manto, fingindo estar em pranto.
Perdendo seu compasso,
palavras puritanas, saíram de sua boca.
Fazendo-se de louca, saiu falando ao mundo,
gritando a cada passo:

- DEVASSO!!!

Men@
®

CAMINHO CERTO

Já havia percorrido metade do caminho,
quando notou que se continuasse percorrendo
a outra metade na mesma direção,
estaria chegando ao local errado...
Voltou em direção ao ponto de partida,
percorrendo a outra metade...
Concluiu o caminho inteiro e chegou
ao local certo !!!

Men@
®

VOCÊ E EU



Como te dizer o que há em mim
se as coisas que vivemos, nada dizemos?
Como te descrever a força do amor
que ficou tatuado em meu coração, para sempre?

Como poderia imaginar sequer algum dia
que tua imagem iria me assombrar?
Que a cada noite minha voz te chamaria
para te oferecer meu amor eterno?

Só tive uma vontade anjo meu...
de estar sempre contigo e não faria mal
Se algum espinho incomodasse ou coisa e tal
desde que estivéssemos juntos você e eu

Nos teus braços que me sentia bem
e via o destino dos nossos caminhos
Contigo que queria crescer e viver
entre teus beijos e carinhos

Como te dizer o que há em mim
se por lembrar já não me permito?
Como poderia imaginar algum dia sequer
que qualquer melodia seria um grito?

Apesar do meu silêncio e a distância
das minhas ausências guardo uma lembrança
Que sempre estive perto de ti
você e eu


Men@
®

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

POR INTEIRA


Se dê por inteira
não apenas um pedaço prá mim
Por inteira é assim
o começo, o meio e o fim

Se dê sem limites
seus chiques, os bregas e os chiliques
Sem limites é assim
tudo o que é bom e o ruim

Se dê sem pudores
desejos contidos, fantasias em cores
Sem pudores é assim
verdades em preto e branco, crua, nua enfim

Men@
®

A JANELA

Nesses quartos que não durmo
onde a solidão impera
Entre as sombras te procuro
e te vejo em minha janela

Com teu meigo olhar tristonho
que me mata de saudade
E os teus lábios carnudos
que o desejo me invade

Minha cama está vazia
sinto a falta dos teus beijos
teus abraços apertados
que me aquecem em noites frias

Eu estendo a minha mão
prá tocar em tua face
Parecendo teu disfarce
como um véu sinto a cortina

Que me impede desfrutar
da tua pele tão macia
Seu perfume está no ar
me embriagando de magia

A doçura desse encanto
alegria de um momento
em que eu sonho acordado
sinto a tua companhia

Men@
®

LUZES DAS CIDADES

MARCILEI
Cuiabá - MT - Brasil
imagem gentilmente cedida

Com uma rosa na lapela
do meu blazer azul marinho
Uma calça cinza chumbo
e camisa azul clarinho

A gravata em nó perfeito
ajustada ao colarinho
Embarquei com dor no peito
voando estou sozinho

Estou voltando pro meu mundo
onde as luzes das cidades
Acompanham a solidão
e conhecem minhas verdades

Entre as roupas nas bagagens
levo a foto colorida
e a saudade incontida
de quem fica à minha espera

Men@
®

BRINCAR DE AMAR



Todo mundo provavelmente viveu
uma grande ilusão na vida
que por ela quase tudo foi capaz

Vivi também uma imensa paixão
tão fascinante e colorida
e por isso sofri demais

O amor que eu sempre sonhei
a quem tanto me dei
só fingiu me amar

Ofuscou toda a sua beleza
com palavras sem a menor nobreza
que a riqueza da audição não quis escutar

E um amor que parecia ser tão bonito
fez silêncio do seu próprio grito
sem conseguir falar

Que é normal se amar brincando
um coração não é brinquedo
e não se brinca de amar

Men@
®

RESGATE



Somos mais que irmãs
gêmeas por destino
Viemos resgatar
a vida de um menino

Que naufragou no mar
onde ele navegou
Foi logo mergulhar
onde ninguém nadou

Em busca de um amor
prá fugir da solidão
A canoa que embarcou
afundou na ilusão

No fundo do oceano
onde habitam as sereias
Por elas socorrido
foi deixado nas areias

O amor que a ele damos
não são corpos que se dão
Irmãos é o que nós somos
de alma e coração

Trouxemos as bagagens
repletas de emoção
Seguras são as viagens
que fazemos de avião

Men@
®

AMANTES

Entre por favor e feche a porta
vem pra cá precisamos conversar
Tantas coisas eu quero te dizer
você sabe que só vivo prá te amar

Só quero teu amor por esta noite
faço qualquer coisa por você
Não posso ficar sem teu calor
ninguém está por perto prá nos ver

Entre, por favor e feche a porta
faz tempo que estávamos sozinhos
Fique essa noite, sou discreta
não tenho prá ninguém nada a dizer

Não vou esconder que estou sentindo
meu peito já não pode mais calar
Minhas mãos não param de tremer
não tenho outro ombro prá chorar

Ficar sem você não faz sentido
nem posso imaginar em te perder
Se não pode estar sempre comigo
amantes então podemos ser

Entre por favor e feche a porta
essa noite eu preciso te amar
Não vou te cobrar o meu pedido
nem brigo se não trouxe meu colar

Men@
®

terça-feira, 18 de agosto de 2009

LÁ VEM O SOL

Lá vem o sol
e logo estará tudo bem
Foram longos dias de inverno
nunca mais ficarei sem ninguém

Lá vem o sol
o mais lindo sol dos meus anos
Agora está tudo bem
não mais haverá desenganos

Lá vem o sol
com os pássaros voando também
Alegria de primavera
avisando que o verão já vem

Lá vem o sol
eu digo que está tudo bem
Raiou no infinito horizonte
com anjos dizendo:- amém !!!

Lá vem o sol
trazendo uma nova alvorada
Fiz um pedido prá ele
bronzear a linda namorada

Lá vem o sol
natureza feliz comemora
Trazendo alegria e esperanças
mandando as tristezas embora

Men@
®

A BAGAGEM


Faz tempo que senti quando partiu
um dia que nem consigo lembrar
Meu coração ficou com um espaço vazio
onde seu amor costumava estar

Nunca foi fácil me dar logo de início
assim como foi me atirar nesse fogo
Percebi por um leve indício
nada mais era que apenas um jogo

Não sabia e nem poderia prever esse vício
que somente costuma jogar prá vencer
Fui descobrir do modo mais difícil
e já deveria saber isso após tanto sofrer

Sei que perderá do mesmo jeito
há um alto preço a pagar seja como for
Seu amor não era amigo do meu peito
o deixando numa longa estrada que leva à dor

Pelo mesmo caminho que hoje embarco e sei
levando junto comigo meu coração
Na mesma bagagem com que cheguei
está todo o meu amor e a solidão

Embora saiba que dias virão e se vão
há coisas que sei e ainda fico triste
Se precisares, comerás o pão
das mãos que nem amizade existe

Men@
®

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

OLHE MEU CARRO


Olhe meu carro...
um esportivo como ninguém quase mais vê
câmbio de cinco marchas manual e automático
com super potente motor de oito cilindros em "V"

Olhe meu carro...
bancos em couro tratado e acabamentos cromados
pneus radias cinturados com rodas de cubos raiados
faróis de milha acoplados, conversível, você pensa o quê?


Olhe meu carro...
a pintura brilha como se fosse um espelho
não podia ser outra cor a não ser o vermelho
Pôoo...olhe meu carro e não para o meu borracheiro

Men@
®

MINHA GUITARRA


Olho em torno do mundo
e vejo que o amor ainda dorme
enquanto minha guitarra suavemente chora

Olho para o chão e vejo os meus passos
que percorrem os espaços dos longos caminhos
e minha guitarra simplesmente ainda chora

Olho à volta de tudo e vejo homens
girando e nem sei por que ninguém os acordou
e minha guitarra tristemente ainda chora

Olho dentro de mim mesmo
um grande sonho desdobrado do avesso
e minha guitarra gentilmente ainda chora

Olho de frente prá minha vida
e nela percebo que foi divertida e pervertida
e minha guitarra docemente ainda chora

Olho e procuro por um futuro
do fim prá um começo de forma invertida
e minha guitarra alegremente ainda chora

Men@
®

sábado, 15 de agosto de 2009

HOMEM MENINO

Men@
®
MeNiNoSMJuIzO
De menino é o coração
neste homem a razão
Quando é forte a emoção
faz justiça com o perdão

Sem malícias ou maldades
vive com dignidade
Na conquista de amizades
faz tesouros sem iguais

Seu pequeno coração
tem o canto da ilusão
Muito espaço para o amor
sonhos lindos de verão

Não comete negligência
tem o zelo e a prudência
Não mistura as virtudes
com o que é obrigação

Tem na sua formação
não brincar com sentimentos
Vive todos bons momentos
sem ferir um coração

Não suporta a mentira
nem importa a quem fira
Nas palavras a liberdade
menino homem de verdade

Men@
®

VIVENDO POR AMOR

Men@
®
MeNiNoSMJuIzO
Se quiser saber quem sou
vou dizer sem ter pudor
Romântico e sentimental
que só vive pelo amor

O de Deus onipotente
da ternura dessa gente
Das riquezas da beleza
onde reina a natureza

Do infinito das estrelas
compondo o azul do céu
Da rosas bem vermelhas
e das brancas como um véu

Da mulher apaixonada
querendo ser amada
Seus abraços e carícias
beijos doces como mel

Dos versos e das rimas
que compõem a melodia
Das delícias de um namoro
que acontece todo dia

Me distraio com o trabalho
não é bem o que eu queria
Trabalhar é necessário
senão, não me atreveria

Mas se alguém me perguntar
o que é que eu mais queria
Eu respondo sem pensar:
- Um amor prá minha alegria!

Sem o amor de uma mulher
minha alma fica fria
As canções não têm valor
minha vida é vazia

Men@
®

AMOR PATERNO

Dedicado às irmãs
DANIELLE e VIRGÍNIA FELIX
Cerrito - RS

Deus nos concede amores e
amizades que
até os deuses
duvidam

Men@

Hoje eu quero é sorrir
estou cansado de chorar
Eu preciso de vocês
prá fazerem eu gargalhar

Me falarem boas coisas
que vocês sabem contar
Diferenças dos costumes
seus sorrisos, num olhar

São motivos de piadas
que eu fico a admirar
Nas loucuras em que fazem
elas são de arrepiar

Juventude bem madura
corações que sabem amar
Duas almas que são puras
está Deus a abençoar

Em tudo se entendemos
basta apenas um olhar
Sei que estão sempre comigo
em vocês fico a pensar

Para aqueles que não sabem
podem até não acreditar
Nesse amor que se excede
"como um pai" eu posso amar

Se eu disser que delas gosto
Nada vai adiantar
Na verdade o que eu sinto
é que sempre vou amar

Men@
®

AH...ESSAS MULHERES


Ah...essas mulheres
Abro o perfil, na coluna de amigos

rolo no mouse, mulheres persigo

Vejo sorrisos e olhares distantes

são todas lindas e tão provocantes


Ah...essas mulheres
Eu não consigo saber qual mais bela

todas vestidas como a Cinderela

Formam um íris em todas suas cores

misteriosas em perfumes e sabores


Ah...essas mulheres

Ali tem solteiras, casadas, vúvas
divorciadas, todas são uvas

Umas da "vez" e outras maduras

muito carinho, amor e ternura


Ah...essas mulheres

Cheias de graça e com muita raça

guerreiras na vida merecem a taça

Eu não consigo por mais que eu faça

eleger a melhor no meio da massa


Ah...essas mulheres
São independentes, mas todas carentes

no fundo da alma só elas que sentem

Algumas escondem e outras não mentem

seus sonhos, ideais que têm na mente


Ah...essas mulheres

Em versos e prosas, canções e poemas

eu tento ajudar esquecer seus problemas

E quando consigo curar suas dores

eu fico sozinho morrendo de amores


Ah...essas mulheres !!!

Men@

®

VAMOS DANÇAR ?


Ah...você pequena menina
vê se chega mais perto
Escute essa canção do Roberto
levanta, vamos dançar

Me deixe eu sentir teu perfume
em tua cintura me arrume
Rostinho colado em meu peito
um clima de amor está no ar

Mova-se em passos curtinhos
aceite os meus doces carinhos
O ritmo é bem lentinho
eu te ensino dançar

Sinta o calor do meu corpo
eu vou te dar meu conforto
Em meu coração há um porto
seguro para se amar

Deixe essa gente que é cega
dizer que essa música e brega
O teu coração me entrega
dele eu quero cuidar

Os anos vão se passar
contigo eu quero estar
Sempre como um menino
sorrir, brincar e te amar

Men@
®

VOLTANDO A CANTAR


Volta ao seu mundo, enfim...
desperta o amor que dormia, ruim...
Rimas, poesias, versos, prosas e canções
os palcos, luzes, sons e multidões

Timbres graves, médios e agudos
cordas, metais, teclados e percussões
Baterias, baixos, guitarras e violões
volta a uma vida de emoções

Inspirações prá compor canções
sonho de um coração alado
cantando para as multidões
jamais deveria ter calado

Instrumento ajustado com jeito
iniciam os primeiros acordes
Solta a voz sufocada no peito
o refrão bate todos recordes

Coração pulsando a energia
vive o clima total de harmonia
Lindos sonhos, suas fantasias
são reais no trem da alegria

E assim o poeta errante
peregrino do mundo excitante
Que de perto estava distante
por amor voltou a cantar

Men@
®

LIBERTAS DO CASULO



Hoje acordei assim
com sol se levantando
sorrindo para mim

Sentindo o coração
que pulsava bem distante
mais feliz naquele instante

Nas flores das sacadas
o lar de minhas moradas
no meu mundo, meu jardim

Libertas do casulo
na luz vencendo o escuro
voavam borboletas sobre mim

A mais rara beleza
voando em liberdade
onde o sofrimento teve fim

Pousavam sobre as águas
das flores perfumadas
faziam trampolim

Men@
®

ALMA GÊMEA


O amor nunca termina
só muda de lugar
Nosso amor que é puro
nunca vai acabar

Mantenha um sorriso maroto
desses que alegra o garoto
Que esta em sua face a olhar
e vai sempre lembrar

Em breve terás alegrias
de gente amada no lar
Tens muitos amigos
e Deus a te abençoar

Nada quebrou o encanto
só porque estou em pranto
A dor que sinto no peito
é de não poder te abraçar

Falar olhando nos olhos
pertinho do coração
Poder te dar um abraço
de alma gêmea, um irmão

Men@
®

CHAMAS INAPAGÁVEIS



Hoje pensei em você
a saudade não quis calar
Sei que preciso dizer
sozinho não posso ficar

Passam os dias e noites
contigo estou a sonhar
A vida passa por mim
e vivo só a pensar

As noites sem teus carinhos
são frias e intermináveis
Quando estamos juntinhos
são chamas inapagáveis

Os dias que não a vejo
são longos e de solidão
não vivo sem teu amor
aqueça o meu coração

A lua no céu perde o brilho
sem nosso amor contemplar
Esperando por você chegar
o sol demora a raiar

Venha logo aos meus braços
assim eu volto a viver
A lua virá com as estrelas
e o sol voltará a aquecer

Men@
®


AMAR VOCÊ



Amar você é ...

Sonhar todos teus sonhos
só por você ter apego
Lembrar os olhares risonhos
imaginar teu chamego

Sentir teu corpo vibrando
sem estar te tocando
mesmo apenas sonhando
viver a vida te amando

Superar os desejos
os teus beijos provando
Não ter que guardar segredos
o travesseiro abraçando

Embora os lábios não toquem
poder sentir-se beijado
Que os puritanos se choquem
a seiva na boca provado

Sentindo a tua fragrância
amor sempre presente
Imaginando a distância
infinitamente ausente

Men@
®